22 de abr de 2010

A CERÂMICA POPULAR DO VALE DO JEQUITINHONHA:


 Em 2010 nossa viagem percorrerá a cerâmica do Vale do Jequitinhonha, situado no norte do estado de Minas Gerais, tradicionalmente conhecido pela pobreza e pela seca é pródigo na produção de peças de cerâmica. Graças às mãos habilidosas de suas habitantes, o barro abundante na região se transforma em artefatos reconhecidos pela excelente qualidade e criatividade. Durante sete anos, a ceramista Lalada Dalglish acompanhou o dia-a-dia das mulheres que se dividem entre a lida da casa e o artesanato. O resultado desta pesquisa pode ser conferido em Noivas da Seca, lançamento da Editora UNESP. Ricamente ilustrado, o livro destaca a produção de cerâmica nas regiões de Caraí (Ribeirão do Capivara), Turmalina (Campo Alegre), Minas Novas (Coqueiro Campo) e Santana do Araçuaí, com destaque especial para Noemisa, Zezinha, Aparecida e Isabel, reconhecidas artesãs que sobrevivem exclusivamente do seu trabalho. 
Na 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, Lalada Dalglish apresentou "Noivas da Seca - Cerâmica popular do Vale do Jequitinhonha, editado pela Imprensa Oficial do Estado e Unesp. Abaixo, postamos a entrevista para que vocês possam saboreando nossa viagem deste ano...

Nenhum comentário:

Postar um comentário